Projetos de educação ambiental são lançados em Itapecerica

09/07/2019

 

Danilo Moreira

 

Uma gincana focada em educação ambiental para as crianças de Itapecerica. Essa é a ideia da “Gincana do Bem”, projeto que foi lançado oficialmente no mês de junho e deve ter início efetivo em agosto, após as férias escolares. Até o momento, três escolas do município estão confirmadas na iniciativa: a estadual Alberto Couto e as municipais Cônego Cesário e Severo Ribeiro.

 

A ação nos colégios tem como objetivo conscientizar os jovens alunos sobre a preservação do meio ambiente. Cada turma deverá juntar o máximo de materiais recicláveis, que por sua vez valerão pontos. No final do ano, um evento deve marcar o término da gincana, com premiação para quem mais arrecadou entre os alunos, turmas, professores, e diretores de cada escola participante.

 

A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Banco da Natureza e a Campanha da Fraternidade 2019, que tem como tema neste ano as políticas públicas voltadas à ações socioambientais. “Queremos mudar esses hábitos antigos e promover a educação ambiental. É preciso começar essa conscientização, o futuro das crianças está em jogo”, pontua Elias Tuffi, diretor do Banco.

 

Em junho, Elias foi às escolas apresentar o projeto aos professores e alunos, sempre acompanhado pelo “Lixico”, o super-herói da reciclagem e mascote do Banco. Além da gincana nas escolas, o projeto disponibilizou pontos de coleta na Igreja Matriz de São Bento, para que toda a população também possa contribuir na coleta dos materiais recicláveis.

 

Os materiais que podem ser recebidos são: papel (papelão, revistas, jornais, livros etc.), plástico (garrafas pet, embalagens, produtos de beleza etc.), metal (latas de massa, sardinha milho), lixo eletrônico (celular, computador, televisão etc. – com exceção de pilhas, baterias e lâmpadas), latinhas de alumínio e óleo de cozinha usado.

 

Para mais informações sobre o projeto, o contato do Banco da Natureza é (37) 3341-3499. O banco está localizado na Rua Lamounier Godofredo, 137, no Centro de Itapecerica, e funciona entre 8 e 12 horas e entre 13 e 17 horas.

 

Foto: Danilo Moreira / Folha de Itapecerica

 


VOLTAR